6.26.2008

24/06/2008 Homenagem ao Banco do Brasil

O SR. PRESIDENTE (Arlindo Chinaglia) - Concedo a palavra ao Deputado Arnaldo Faria de Sá, que falará pelo PTB.
O SR. ARNALDO FARIA DE SÁ (PTB-SP. Sem revisão do orador.) - Sr. Presidente, Deputado Arlindo Chinaglia, cumprimento o Presidente do Banco do Brasil, Sr. Lima Neto; o também funcionário do Banco do Brasil, nosso Ministro JoséPimentel; o Presidente do PT, Sr. Ricardo Berzoini; o Coordenador da Comissão de Empresa dos Funcionários do Banco do Brasil, Sr. Marcel Barros.Neste momento quero cumprimentar o Banco do Brasil pela pujança que representa no sistema bancário mundial esta importante empresa brasileira.E eu, que tenho tido contato amiúde com o Banco do Brasil, através do Ricardo de Oliveira, Assessor da Presidência em São Paulo, acompanho a luta do Banco do Brasil para poder cada vez mais atender aos interesses da sociedade brasileira. Tenho certeza de que a importância do Banco do Brasil nessa atividade é ímpar. Em todos os lugares aonde chega o Banco do Brasil, chega o progresso, chega o resultado positivo. E todos aqueles que sem dúvida nenhuma acreditam no Banco do Brasil procuram cada vez mais trabalhar no sentido positivo. Sou correntista do Banco do Brasil e tenham a certeza de que todas as vezes que precisei do banco, quer na agência da Câmara, quer em qualquer outra agência, sempre tive um atendimento exemplar. Portanto, quando vemos aquela propaganda que diz que o Banco do Brasil é o banco do Antônio, do João, do Mário, da Maria, de todos os brasileiros, é verdade. É assim que o Banco do Brasil tem que agir. Sem dúvida nenhuma, esta homenagem que a Câmara dos Deputados presta ao Banco do Brasil é a mais justa possível.Tive a oportunidade de comparecer, em São Paulo, à festa dos 200 anos do Banco do Brasil, celebrada no Memorial da América Latina. Sem dúvida nenhuma, todas as pessoas que estavam naquele evento, como aquelas que aqui estão hoje, participam com alegria e satisfação, por demonstrar a pujança e a importância do Banco do Brasil não apenas para o nosso País e para a América Latina, mas também para o Sistema Financeiro Mundial.Tenho certeza de que esta homenagem que prestamos ao Banco do Brasil não é apenas ao seu Presidente, Lima Neto, nem apenas ao Marcel, representante dos funcionários; é a todos os funcionários, a todos aqueles que, no dia-a-dia, fazem o trabalho importante de alavancar e dar prestígio ao Banco do Brasil. Um simples funcionário da portaria do Banco do Brasil, aquele do caixa, aquele que cuida da conta corrente, aquele que cuida dos investimentos, aquele que cuida da estrutura do banco, aquele que cuida dos grandes empreendimentos e financiamentos fazem o todo. E esse todo, sem dúvida nenhuma, é o que representa o fato, por exemplo, de aqui, no Congresso Nacional, termos vários Parlamentares, Deputados e Senadores, como o Senador Epitácio Cafeteira, completando o trabalho iniciado atrás de um balcão, atrás de uma máquina no Banco do Brasil, trazendo hoje para cá esse belo exemplo. Parabéns, Banco do Brasil! Parabéns Brasil, pelo banco que temos! (Palmas.)
Postar um comentário