8.07.2008

25/07/2008 Discurso Deputado Arnaldo Faria de Sá


O SR. PRESIDENTE (Arlindo Chinaglia) - Concedo a palavra ao Deputado Arnaldo Faria de Sá, por 1 minuto.
O SR. ARNALDO FARIA DE SÁ (PTB-SP. Sem revisão do orador.) - Sr. Presidente, quero registrar que na quinta-feira passada estive no Ministério Belém, da Cidade de Deus, comemorando o Dia da Bíblia.No sábado, estive em Araçatuba, no 4º Congresso das Guardas Civis Municipais, um grande evento. Estive também na posse da Dra. Cristina no cargo de Defensora Pública do Estado de São Paulo, e na da nova Presidente do Rotary Jabaquara, a Cida, ocasião em que fui informado da criação do Rotary de Vila Nova Conceição, cujo padrinho é o Rotary Jabaquara. No domingo, estive em Manduri, no show de Moacyr Franco, realizado para todos os aposentados da região de Avaré. Fui à casa do Paulo Camargo, com os Vereadores da cidade de Manduri, o Presidente Lamparina, o Thiago, vários outros Vereadores. Sem dúvida nenhuma, foi um grande evento naquela cidade. Faço esse registro com alegria e satisfação.Apresento também nossas condolências ao ex-Presidente Fernando Henrique Cardoso e seus familiares pela morte da ex-Primeira-Dama, Sra. Ruth Cardoso, que fez um grande trabalho no Comunidade Solidária. Sr. Presidente, ontem foi sancionada lei oriunda da Medida Provisória nº 413, que tem um artigo que permite às entidades comunitárias que deixaram de entregar a declaração de Imposto de Renda de isentas ter redução da multa a apenas 10%. Todas elas, a partir de agora, têm essa oportunidade. Já comunicamos a quem de direito, para fazer jus a essa luta muito intensa, pois as entidades comunitárias, por não terem sua situação legalizada com a Receita Federal, estavam sendo prejudicadas no programa do leite, no de cestas básicas e em vários outros. Foi, portanto, uma grande luta que fizemos e, acima de tudo, está garantida por esta lei.
Muito obrigado, Sr. Presidente.
Postar um comentário