11.26.2008

17/11/2008 Registro de entrega da Salva de Prata


A Câmara Municipal de São Paulo entregou a Salva de Prata para o Sindicato da Indústria de Produtos Farmacêuticos no Estado de São Paulo (Sindusfarma) em comemoração aos seus 75 anos. A cerimônia aconteceu nesta segunda-feira (17/11) . O grande investimento em qualificação profissional que setor emprega foi elogiado pelo vereador Francisco Chagas. "Este é um setor empenhado em recapacitar seus funcionários e os benefícios disso se estendem para toda a sociedade, pois as pessoas dependem de pesquisas e novos medicamentos", disse ele.
O Sindusfarma congrega 110 empresas que são responsáveis por 75% do faturamento do setor farmacêutico do Brasil. As empresas associadas à entidade empregam aproximadamente 55 mil pessoas.
A ampla biodiversidade do Brasil é um tema recorrente ao debate que envolve as indústrias farmacêuticas. Omilton Visconde Jr., presidente do Sindusfarma, acredita que é necessário tomar cuidado com as visões românticas de plantas que salvam vidas. " Não há milagres, temos que ser cautelosos ao tratar o assunto. O processo de desenvolvimento fármaco é complexo, há pré-requisitos regulatórios importantes, temos que ter paciência e investimentos", explicou ele.
Fundado em 26 de abril de 1933, o Sindicato da Indústria de Produtos Farmacêuticos no Estado de São Paulo (Sindusfarma) tem como principal objetivo estudar, coordenar e proteger legalmente a categoria, assim como colaborar com os poderes públicos e demais associações no sentido de buscar a solidariedade social e o atendimento aos interesses nacionais.
Participaram da mesa Francisco Chagas, vereador; Omilton Visconde Jr., presidente do sindicato homenageado; Duarte Nogueira e o Deputado Federal Arnaldo Faria de Sá, deputados federais; e Pedro Ivo Sebba, chefe da Assessoria Técnica e Parlamentar da ANVISA, representando Dirceu Raposo de Mello, diretor presidente da ANVISA.
Postar um comentário