2.18.2009

Jornal da Câmara dos Deputados - MP das Filantrópicas vai para o arquivo

Decreto legislativo - Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP) sustentou que a MP não era urgente, relevante, nem necessária, “porque já havia um projeto de lei em tramitação sobre o assunto”. Faria de Sá qualificou de “desculpa” o argumento do governo de que precisava dar uma solução para as entidades até 31 de dezembro. “Isso só aconteceu porque os órgãos do governo foram incompetentes para julgar os processos em tempo hábil”, afirmou.

Postar um comentário