3.05.2009

05/03/2009 - Informativo SESCON SP

MAIS CAPITAL DE GIRO PARA AS EMPRESAS BRASILEIRAS, PROPÕE PROJETO
Embora ainda esteja aquém das reivindicações do setor produtivo, o PLV 01/09, originário da MP 447/08, pode ampliar em até dez dias os prazos de recolhimento de diversos tributos federais.
De acordo com projeções do Ministério da Fazenda, o texto já aprovado na Câmara dos Deputados, agora aguardando apreciação do Senado Federal, deve possibilitar às empresas um giro de aproximadamente R$ 21 bilhões em seus caixas antes do pagamento dos impostos.
Para o presidente do SESCON-SP, José Maria Chapina Alcazar, a dilatação de prazos é uma excelente medida contra os efeitos da crise financeira mundial. "Os empreendedores precisam de condições para enfrentar esse período de turbulência", afirma o empresário e líder contábil, destacando que o tempo extra previsto no PLV será bem-vindo, mas ainda está longe do ideal.
Deputado federal e contabilista, Arnaldo Faria de Sá concorda . "Esses prazos curtos de recolhimento são herança do período inflacionário brasileiro. Desde 1994, com a estabilidade de nossa moeda vinda com o Plano Real, isso não tem mais sentido e ninguém se preocupou em devolver o tempo que os contribuintes tinham", explica o parlamentar, ressaltando que essa ampliação é apenas o começo e a sociedade deve continuar lutando por uma extensão ainda maior.
Não havendo alterações dos senadores no texto aprovado pela Câmara, o projeto seguirá para sanção do presidente da República.
Fonte: Assessoria de Imprensa do SESCON-SP
Postar um comentário