4.29.2009

Informe PTB

O Deputado Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP) cobrou, no Plenário, a entrada na pauta da Comissão de Seguridade Social do projeto de lei, já aprovado pelo Senado, que dispõe sobre a recomposição das perdas das aposentadorias e pensões.
“Sou o Relator do projeto em referência e já apresentei parecer favorável à sua aprovação, ainda que considerasse que deveria haver alguma melhoria, algum aperfeiçoamento, embora, nesse caso, a proposição tivesse de voltar ao Senado. Meu parecer é favorável, repito, e a Previdência não será quebrada por ter de pagar os atrasados. Daqui para frente, a recomposição será feita durante 5 anos, na base de um quinto por ano, justamente para diluir a diferença a ser paga e ninguém vir dizer que a medida irá quebrar a Previdência”, disse o Deputado.
Arnaldo Faria de Sá revelou ainda que também aguarda a votação na Comissão de Finanças da Câmara do projeto de lei que acaba com o fator previdenciário, proposta já votada no Senado Federal.
“Ainda que venham a apresentar outra fórmula mágica para substituir o fator previdenciário, com o qual não concordamos. Igualmente, Projeto de Lei nº 1, que estabelece que o percentual reajuste do salário mínimo seja estendido para as aposentadorias e pensões, já está pronto para a pauta do Plenário. Aposentados e pensionistas esperam que esta Casa assuma efetivamente sua parcela de responsabilidade e que todos não culpem apenas o Executivo”, concluiu o Parlamentar petebista.
Postar um comentário