6.16.2009

09/06/2009 Informe APESP - Direto de Brasília: em nova fase da luta, mobilização deve continuar!

Direto de Brasília: em nova fase da luta, mobilização deve continuar!

Um encontro entre o deputado Arnaldo Faria de Sá (PTB/SP) e o presidente da Apesp, Ivan de Castro Duarte Martins, formalizou a apresentação das três (3) emendas propostas pela entidade e subscritas pelo parlamentar. Após verificação, a Secretaria de Comissões Especiais (Secoe) atestou que o número regimental de assinaturas foi ultrapassado.
Segundo Ivan de Castro, a luta entra agora em uma nova etapa, pois a propositura das emendas não garante que os procuradores estarão contemplados no relatório final. “Apesar da sinalização favorável do presidente e do relator da Comissão Especial, ainda estamos no início da caminhada. Para usar um jargão futebolístico, apenas escolhemos no ‘cara ou coroa’ quem fica com a bola e quem fica com o campo. O jogo é muito difícil e terá 90 minutos. Pretendemos evitar a prorrogação”, alerta.
O caminho será mesmo longo. Primeiro, deve-se garantir que as emendas que contemplam os procuradores sejam acatadas pelo relator Laerte Bessa (PMDB/FF). Posteriormente, os membros da Comissão Especial precisam aprovar tal relatório. Ademais, após sair do âmbito da Comissão, a PEC deverá ser aprovada no plenário da Câmara, em dois turnos, por 2/3 dos deputados.
Nesse sentido, Ivan de Castro visitou também o deputado Marcelo Ortiz (PV/SP) que se firmou desde o início como um grande aliado da carreira. “A partir de agora, o nosso colega e associado da Apesp desempenhará um papel fundamental para que o pleito alcance pleno sucesso”, avalia. Foram visitados ainda os gabinetes dos seguintes membros da Comissão, com o propósito de agendar futuros apontamentos: Alexandre Silveira (PPS/MG), Eliene Lima (PP/MT), Dalva Figueiredo (PT/AP), João Maia (PR/RN), Zenaldo Coutinho (PSDB/PA) e Dagoberto (PDT/MS).
Postar um comentário