2.11.2010

10/02/2010 Repúdio à declaração do Secretário de Saúde de São Paulo

O SR. ARNALDO FARIA DE SÁ (PTB-SP. Pela ordem. Sem revisão do orador.) - Sr. Presidente, eu só quero repudiar a declaração do Secretário de Saúde de São Paulo, Luiz Barata Barradas, que comparou o comércio de medicamentos ao de armas e de drogas. É lamentável que o Secretário de Saúde do Estado de São Paulo tenha feito essa comparação, lembrando que grande parte do problema do comércio de medicamentos de São Paulo é devido à substituição tributária implantada em São Paulo de forma açodada e indevida neste ramo de medicamentos, o que é, sem dúvida nenhuma, um grande problema. Portanto, quero repudiar aqui essa afirmação do Secretário de Saúde de São Paulo de que o comércio de medicamentos é igual ao de armas e de drogas. S.Exa. tem que tomar cuidado com o que fala, porque a responsabilidade maior da saúde do Estado de São Paulo é dele, do Secretário de Saúde, que não poderia jamais, em hipótese e momento algum, ter feito essa declaração estapafúrdia, desnecessária e intempestiva. Obrigado, Presidente Marco Maia.
Postar um comentário