2.24.2010

23/02/2010 Rotary 105 Anos de Serviços Prestados - Homenagem de Arnaldo Faria de Sá

O SR. PRESIDENTE (Antonio Carlos Magalhães Neto) - Concedo a palavra ao Deputado Arnaldo Faria de Sá.

O SR. ARNALDO FARIA DE SÁ (PTB-SP. Sem revisão do orador.) - Sr. Presidente, É com muita honra que assumo a Tribuna desta Casa para, na data de hoje, registrarmos o 105.º Aniversário do Rotary Internacional. A maior e mais antiga organização de prestação de serviços humanitários do mundo chega hoje a seu 105º aniversário. O Rotary International está completando hoje, dia 23 de fevereiro, cento e cinco anos de existência e bons serviços prestados à humanidade. O Rotary Internacional comemora a data com a intensificação das ações voltadas para o bem estar social. O fundador, Paul Harris e mais seus três companheiros: Silvester Schiele, Hiram Shorey e Gustavus Loehr, ao fundarem o Rotary, pensaram inicialmente em: combater a solidão em que vivia na cidade grande de Chicago; criar um ambiente saudável de companheirismo e combater a corrupção que havia naquela cidade. Nesses 105 anos, o mundo passou e ainda passa por várias guerras mundiais e muitos conflitos bélicos regionais, nos quais rotarianos intervêm, buscando a paz entre os povos e nações. Após o último conflito mundial, terminada em 1945, quando as nações começaram a organizar a ONU – Organização das Nações Unidas, sucessora da Liga das Nações, 49 companheiros estavam lá, ajudando a redigir a “Carta das Nações Unidas” um monumento dos direitos humanos. Dali para cá, o Rotary International e sua Fundação Rotária, se conveniaram com 7 (sete) universidades do mundo e criaram cursos de Eliminação de Conflitos, em nível de mestrado, concedendo a jovens de todo o mundo, em cada uma das universidades, 60 (sessenta) bolsas de estudo, com duração de 2 (dois) anos, totalmente gratuitas. Esses 420 jovens, concluídos seus cursos, ficam inteiramente livres para trabalharem onde lhes aprouverem: na ONU, OEA, DTAN, UNESCO, etc., aplicando o que aprenderam em busca da paz. Hoje são mais de um milhão e duzentos mil rotarianos, em 211 países ou regiões do mundo, em 33 mil clubes. Voluntários que trabalham em busca da paz, combatendo a fome, o analfabetismos, a paralisia infantil, onde já foram investidos mais de hum bilhão de dólares. O Rotary Internacional procura fazer o bem sem olhar a quem, como ensina o Evangelho de Cristo, pois “Fazer o Bem nos Faz Bem”. Se tivesse que definir Rotary em uma única palavra, esta seria: SERVIR. No mundo todo, Rotary recomenda aos rotarianos (Declaração para Executivos e Profissionais Rotarianos) a observação das seguintes normas: Considerar sua profissão como uma oportunidade adicional de servir; 1- Ser fiel a letra e ao espírito do código de ética de minha profissão, às leis de seu país e ao padrão moral de sua comunidade; 2- Fazer todo o possível para dignificar a sua ocupação e promover os mais altos padrões éticos no exercício da mesma; 3- Ser justo com o seu empregador, empregado, associado, concorrentes, o público e todos aqueles com os quais mantêm um relacionamento comercial ou profissional; 4- Reconhecer o respeito devido a todas as ocupações úteis à sociedade, assim como à dignidade inerente às mesmas; 5- Oferecer seus conhecimentos profissionais para proporcionar oportunidades aos jovens, para atender as necessidades especiais dos outros e para melhorar a qualidade de vida em sua comunidade; 6- Ser honesto na propaganda que fizer e em todas as apresentações ao público relativas à sua empresa ou profissão; 7- Não procurar obter de um rotariano, nem lhe outorgar, um privilégio ou uma vantagem que não sejam normalmente concedidas num relacionamento comercial ou profissional. Parabéns Rotary Internacional pelos seus 105 anos de vida! Era o registro que tinha a fazer Senhor Presidente.
Postar um comentário