2.09.2010

Clipping PTB - Bombeiros e policiais fazem marcha em defesa da PEC 300

SEGURANÇA PÚBLICA

Bombeiros e policiais fazem marcha em defesa da PEC 300
Cerca de 5 mil bombeiros e policiais devem participar hoje de manifestação pela aprovação da chamada PEC 300/08, que define o piso salarial de policiais militares e bombeiros em todo o País. Segundo o deputado Capitão Assunção (PSB-ES), os participantes vão marchar da Catedral ao Congresso Nacional, na manhã de hoje. A proposta cria um piso salarial único entre os profissionais de segurança pública, tendo por base o salário dos profissionais de Brasília, que é o maior do País. O relator da PEC, deputado Major Fábio (DEM-PB), avalia que o piso salarial da carreira de bombeiros e militares deve ficar em torno de R$ 4,5 mil. O autor da proposta, deputado Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP), lembra que, atualmente, os policiais militares de Brasília têm uma remuneração bancada por um fundo do governo federal. E, em comparação com os policiais militares de outros estados, diz, “a diferença é gritante”. Ao comparar São Paulo, que paga R$ 1 mil para esses profissionais em início de carreira, com Brasília, cujo piso inicial é de R$ 4 mil, Faria de Sá explica que a PEC busca acabar com essas distorções. Com a criação do Programa Nacional de Segurança com Cidadania (Pronasci), lembra o deputado, policiais de todo o País são chamados para compor a Força Nacional. Para o deputado, seria uma distorção um tenente de São Paulo ganhar menos que um soldado do Distrito Federal. A PEC 300 foi campeã de ligações para o Disque Câmara em 2009. O Serviço recebeu 36 mil ligações de apoio à proposta.
Postar um comentário