7.09.2010

07/07/2010 Arnaldo Cobra Sessão Conjunta para apreciação de Veto, posse Adalberto Freitas CONSEG da Capela do Socorro. Votação em Plenário do PL 3299 e 4434, ambos 2008

O SR. ARNALDO FARIA DE SÁ (PTB-SP. Sem revisão do orador.) Sr. Presidente, Sras. e Srs. Deputados, queria cumprimentar Adalberto Freitas, foi eleito Presidente do CONSEG 102, Capela do Socorro e sucesso para a sua diretoria. Eu queria chamar atenção da Casa, para que a gente possa colocar em pauta o Projeto nº 3.299, que trata do fim do fator previdenciário, tem pedido de urgência na Mesa, fui Relator dessa matéria na Comissão de Constituição e Justiça, queremos votar o mais rapidamente possível, para acabar com essa injustiça. Votamos essa matéria da Medida Provisória nº 475, foi vetada pelo Governo, e estamos lutando para votar o Projeto nº 3.299. O outro projeto que quero votar, V.Exa. foi Relator na Comissão de Constituição e Justiça, da recuperação das perdas de aposentados e pensionistas, Projeto nº4.434, sem retroatividade, só daqui para a frente. Não tem tanto bi como você está falando, não. Fica tranqüilo, que a gente quer tratar com responsabilidade todos aposentados e pensionistas, que estão passando por uma série de dificuldades. São Paulo já mandou 500 mil assinaturas de apoio à votação desse projeto. Tenho certeza, e o Deputado Marçal Filho está coletando assinaturas para a urgência, eu me associo a esse requerimento, para que a gente possa definir rapidamente essa questão e votar o Projeto nº 4.434. Obrigado, Presidente.
O SR. PRESIDENTE (Marçal Filho) Sem dúvida, Deputado Arnaldo Faria de Sá, nós conseguimos uma grande vitória, conquistamos a aprovação do Projeto nº 4.434 na Comissão de Constituição e Justiça, eu sou Relator dessa proposta, que recompõe a perda dos aposentados, e estamos pedindo urgência, inclusive quero conclamar os Deputados que assinem a urgência desse Projeto nº 4.434, para que possamos colocá-lo na pauta, vê-lo aprovado, sem dúvida será uma grande conquista para os aposentados de todo o País.
Postar um comentário