7.09.2010

07/07/2010 Arnaldo - Cumprimentos à Casa pela aprovação da PEC 300

O SR. ARNALDO FARIA DE SÁ - Sr. Presidente, peço a palavra pela ordem.
O SR. PRESIDENTE (Mário Heringer) - Tem V.Exa. a palavra.
O SR. ARNALDO FARIA DE SÁ (PTB-SP. Pela ordem. Sem revisão do orador.) - Sr. Presidente, peço oportunidade a V.Exa. para cumprimentar a Casa toda porque, na noite de ontem,conseguimos concluir a votação em primeiro turno da PEC nº 300. Não é o texto ideal, mas é o texto possível. Tenho certeza de que todos os policiais civis, militares e bombeiros acreditavam nessa hipótese, nessa possibilidade que se consumou na noite de ontem. Falta agora a reunião da Comissão Especial para votarmos a redação final e prepararmos a votação do segundo turno. Queremos fazer isso na próxima semana, a fim de que possamos definitivamente resolver essa questão. Aqueles que achavam que era impossível criar um piso nacional de salários das polícias e dos bombeiros na Constituição, viram que caminharam por lados errados. E até os que não queriam deixar votar ontem, alegando que o texto que se estava colocando em votação não era o ideal e o possível reconheço que não era o ideal e o possível , mas era o que poderíamos, sem dúvida alguma, trazer uma resposta a todos os policiais civis e militares. Tenho certeza de que a partir de agora, depois de a lei aprovada, teremos uma verdadeira segurança pública em nosso País, que vive hoje na insegurança. Obrigado, Presidente.
O SR. PRESIDENTE (Mário Heringer) - Muito obrigado, nobre Deputado.
Postar um comentário