11.09.2010

09/11/2010 Arnaldo Faria de Sá - Registros

O SR. PRESIDENTE (Inocêncio Oliveira) - Concedo a palavra ao ilustre Deputado Fernando Chiarelli. (Pausa.)
O SR. ARNALDO FARIA DE SÁ (PTB-SP. Pela ordem. Sem revisão do orador.) - Sr. Presidente, Sras. e Srs. Parlamentares, registro com satisfação que ontem acompanhamos o Presidente do INSS, Valdir Simão, e a Superintendente do INSS no Estado de São Paulo, Elisete Belchior Iwai, na inauguração de mais 2 agências da Previdência Social no interior do Estado de São Paulo. Estivemos nas agências de Itaíe de Taquarituba, onde realmente há necessidade de ampliar o atendimento da Previdência Social.
Estamos indignados com a informação veiculada pelos jornais de hoje de que a Presidente eleita, Dilma Rousseff, pediu ao Vice-Presidente Michel Temer, atual Presidente da Câmara, a não votação da PEC nº 300. Acho que se trata de uma interferência indevida na ação desta Casa, diante do compromisso do Presidente Michel Temer e do Líder do Governo, Cândido Vaccarezza, de votar a PEC nº 300 no segundo turno.
Registro, indignado, que não aceitamos esta interferência. Já começam muito mal a Presidente eleita e o Vice-Presidente e atual Presidente desta Casa, Michel Temer, ao aceitar esta interferência.
Queremos votar a PEC nº 300, um compromisso de todos nós com o piso nacional dos salários dos policiais civis e militares e dos bombeiros.
Muito obrigado, Sr. Presidente Inocêncio Oliveira.
O SR. PRESIDENTE (Inocêncio Oliveira) - No lugar do Deputado Fernando Chiarelli falou o ilustre Deputado Arnaldo Faria de Sá.
Postar um comentário