11.26.2010

23/11/2010 PEC 300, Deputado Arnaldo renova protesto

SR. ARNALDO FARIA DE SÁ (PTB-SP. Pela ordem. Sem revisão do orador.) - Sr. Presidente, quero cumprimentar V.Exa. pela oportunidade de ter recebido hoje essa mesma menção feita pelo Deputado Marçal Filho.  A COBAP está realizando aqui no Auditório Petrônio Portella o 1º Congresso Mundial dos Aposentados. Aliás, também quero cumprimentar o Antônio, da Federação de São Paulo. Estiveram todos presentes a essa solenidade. Quero cobrar o compromisso do Presidente da Casa, Deputado Michel Temer, e do Líder do Governo, Deputado Cândido Vaccarezza, de que depois das eleições iríamos votar a PEC 300. E agora, segundo se sabe, os Governadores não querem que a PEC 300 seja votada, mas querem que sejam votados o fundo da pobreza e a correção da Lei Kandir. Não haverá sessão extraordinária. Só teremos sessão extraordinária se votarmos a PEC 300. E nós não podemos deixar de cumprir esse compromisso. Queremos votar a PEC 300. É um compromisso de todos aqui desta Casa. Estavam presentes o Presidente Michel Temer e o Líder do Governo, Deputado Cândido Vaccarezza, e agora querem roer a corda. Não votar a PEC 300 será uma irresponsabilidade, e esta Casa terá a sua somatória de responsabilidade neste momento. PEC 300 já!
Postar um comentário