5.27.2011

25/05/2011 MPV 520

A SRA. PRESIDENTA (Rose de Freitas) - Não. Absolutamente. Vou esclarecer a V.Exa. Havia vários Parlamentares com braços levantados, e eu percebi a dúvida de vários, porque daqui nós temos essa visibilidade. Alguns estavam atônitos perguntando ao outro como era a votação. Eu disse: vou esclarecer a votação. A mim não cabe, jamais, em momento nenhum, desculpe, Deputado, com 7 mandatos, eu não faria isso por nenhuma razão. Portanto, eu apenas esclareci o processo de votação. V.Exa. tem o direito e vou encaminha à sua sala a fita da sessão.
O SR. ARNALDO FARIA DE SÁ (Bloco/PTB-SP. Pela ordem. Sem revisão do orador.) - Sra. Presidenta, eu acompanhei o processo de votação. V.Exa. repetiu, realmente remanesceu uma dúvida, mas quem no momento oportuno não usou o Regimento, infelizmente perdeu a sua oportunidade. V.Exa. está correta.
A SRA. PRESIDENTA (Rose de Freitas) - Muito obrigada, Deputado Arnaldo
O SR. PRESIDENTE (Rose de Freitas) Antes do Relator, há um requerimento de retirada de pauta assinado pelo Deputado Antonio Carlos Magalhães Neto: Requeremos a V.Exa., nos termos do art. 117, VI, do Regimento Interno, a retirada de pauta da Medida Provisória nº 520/2010, constante do Item 2, da presente Ordem do Dia. Há outro de igual teor, assinado pelo Deputado Chico Alencar, também requerendo retirada de pauta
O SR. EFRAIM FILHO (DEM-PB. Pela ordem. Sem revisão do orador.) - Não há ainda deliberação para retirada de pauta.
O SR. ARNALDO FARIA DE SÁ - O Democratas fez acordo para retirar o requerimento.
A SRA. PRESIDENTA (Rose de Freitas) - Há duas pessoas falando ao mesmo tempo. Tem a palavra o Deputado Arnaldo.
O SR. ARNALDO FARIA DE SÁ (Bloco/PTB-SP. Pela ordem. Sem revisão do orador.) - O Democratas concordou em votar a Medida Provisória nº 520, sem obstrução.
A SRA. PRESIDENTA (Rose de Freitas) - Eu gostaria que os democratas se manifestassem.
A SRA. PRESIDENTA (Rose de Freitas) - Com a palavra o Deputado Paulo Teixeira. (Pausa.) Com a palavra o Deputado Arnaldo Faria de Sá.
O SR. ARNALDO FARIA DE SÁ (Bloco/PTB-SP. Pela ordem. Sem revisão do orador.) - Sra. Presidenta, o acordo é importante, até porque essas medidas provisórias vencem no dia 1º de junho, e nós precisamos ainda que elas tramitem no Senado da República. O acordo é retirar o RDC da MP 520. É verdade que o RDC precisa ser tratado em outra medida provisória, porque a questão da Copa do Mundo e das Olimpíadas não pode se postergar. É importante que assumamos nossa parcela de responsabilidade, mas, na tentativa de encontrar um acordo, entendemos que é possível votar a 520 e a 521 sem nenhuma obstrução, rapidamente, para que possamos concluir a votação — lembrando que ontem terminamos de votar à 1h da manhã, Sr. Presidente.
Postar um comentário