7.22.2011

20/07/2011 SINDCONT-SP celebra 92 anos com homenagem ao deputado Arnaldo Faria de Sá

SINDCONT-SP celebra 92 anos com homenagem ao deputado Arnaldo Faria de Sá


Ontem, dia 19 de julho, o Sindicato dos Contabilistas de São Paulo celebrou, em sua sede, seus 92 anos de fundação e atuação em defesa dos profissionais contábeis da Grande São Paulo. Participaram da celebração dirigentes das principais entidades contábeis do Estado e do País, representantes dos setores do comércio, indústria e serviços e profissionais e empresários da Contabilidade paulista.
O crescimento e o fortalecimento da Entidade foram destacados logo no início da solenidade, por ser o SINDCONT-SP a base de todas as entidades contábeis do Estado e desempenhar um papel preponderante na atuação e representatividade dos Contabilistas.
Na ocasião, o contador e deputado federal Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP) foi homenageado com o Título de "Contabilista Emérito" de 2011, por sua atuação na Câmara Federal e incansável defesa dos interesses dos profissionais da Contabilidade e dos contribuintes, sendo autor de diversos projetos e leis que beneficiaram os contabilistas.
Regida por regulamento próprio, a concessão do título é decidida por comissão nomeada pela diretoria do SINDCONT-SP, este ano composta pelo presidente da Entidade, Victor Domingos Galloro; pelo presidente do Centro de Estudos e Debates Fisco-Contábeis – CEDFC, Luis Gustavo de Souza e Oliveira e pelos presidentes Luiz Bertasi Filho (gestão 1979 a 1983) e Walter Arnaldo Andreoli (gestão 1993 a 1995).
Ao Contabilista Emérito 2011, como maneira de simbolizar condignamente o reconhecimento e a homenagem da Classe, o presidente do Sindicato, Victor Domingos Galloro, fez a entrega de um pergaminho e um distintivo de ouro com o brasão do SINDCONT-SP ao deputado Arnaldo Faria de Sá, no ato inaugurando sua foto na honrosa Galeria dos "Contabilistas Eméritos", na sede do Sindicato, da qual figuram ilustres nomes da Contabilidade nacional.
Sergio Prado de Mello, presidente do SINDCONT-SP de 1999 a 2002, laureado com o Título "Contabilista Emérito" 2010, e vice-presidente de Fiscalização, Ética e Disciplina do Conselho Federal de Contabilidade – CFC, no ato representante o presidente do Conselho Juarez Domingues Carneiro, foi designado para saudar o homenageado. Em seu discurso sutil e bem-humorado, destacou o perfil de Arnaldo Faria de Sá, citando seu vasto currículo profissional como contabilista, advogado, radialista e deputado federal por sete mandatos. Contudo, foram seus feitos como legislador e defensor da Contabilidade e dos contribuintes no Congresso Nacional que o credenciaram para receber o Título. “É uma justa homenagem que a Classe Contábil presta a este grande líder e contabilista que em suas atividades legislativas mantém seu foco na defesa da profissão", declarou Mello.
"Não sei se sou um contador deputado ou um deputado contador", disse Arnaldo Faria de Sá, enfatizando que após ser legislador continua sendo contabilista e que o título recebido do Sindicato demonstra o carinho, a atenção, o respeito e a valorização que possui na Classe Contábil. “Apesar de ser deputado há 25 anos, e estar no meu 7º mandato, jamais deixei a profissão porque a Contabilidade tem sido o sustentáculo da minha condição profissional e econômica. Portanto, é uma alegria receber este título que, sem dúvida nenhuma, terá lugar de destaque e honra dentre as homenagens recebidas em toda a minha vida ”, revelou o homenageado.
O momento privilegiado que vive a Contabilidade, suas mudanças, o reconhecimento da Classe Contábil por parte da sociedade e dos representantes governamentais, bem como as ações realizadas pelo Sindicato em favor dos profissionais contábeis foram mencionadas nos discursos, proferidos por José Maria Chapina Alcazar, presidente do Sindicato das Empresas de Serviços Contábeis e das Empresas de Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisas no Estado de São Paulo – SESCON-SP e da Associação das Empresas de Serviços Contábeis de São Paulo – AESCON-SP; por Carlos Roberto Galli, presidente da Associação dos Peritos Judiciais do Estado de São Paulo – APEJESP, na ocasião representando as Entidades Congraçadas da Contabilidade Paulista; e Sebastião Luiz Gonçalves dos Santos, presidente do SINDCONT-SP na gestão 2005 a 2007, que falou em nome dos ex-presidentes da Casa.
Em seu discurso, o presidente do SINDCONT-SP, Victor Domingos Galloro, disse que é uma honra ter a oportunidade de presidir o Sindicato, Entidade quase centenária. “Nós temos uma grande responsabilidade que é representar os contabilistas da base, hoje mais de 65 mil profissionais. Desde sua fundação, em 1919, o Sindicato tem a missão de aglutinar e fornecer subsídios técnicos aos contabilistas, lutar por seus direitos, difundir e aprimorar a profissão contábil. Todos nós somos testemunhas de que esses sempre foram os objetivos que impulsionaram o crescimento do SINDCONT-SP nesses 92 anos de existência”, disse o presidente enfatizando esperar que o título concedido a Arnaldo Faria de Sá sirva de estímulo para que continue atento aos pleitos da Classe Contábil. "Muito já alcançamos, mas ainda precisamos lutar para atingir um sistema contábil, fiscal e tributário descomplicado, justo e igualitário, voltado ao desenvolvimento econômico e social".
Para o presidente do Conselho Regional de Contabilidade do Estado de São Paulo – CRC SP, Domingos Orestes Chiomento, o Sindicato é considerado como uma “Entidade-mãe”. “O SINDCONT-SP foi o precursor de todas as Entidades Contábeis do Estado, inclusive foi aqui que nasceu o CRC SP. Nestes 92 anos, praticamente um século de atividades e lutas em prol dos contabilistas, desde os seus primórdios, desempenha importante e relevante papel entre as Entidades Congraçadas do Estado e é presença constante na Classe Contábil na sociedade”.
Segundo Francisco Antonio Feijó, contabilista Emérito 1990, presidente do SINDCONT-SP de 1984 a 1986, presidente da Confederação Nacional das Profissões Liberais – CNPL e da União Mundial de Profissionais Liberais – UMPL, “o SINDCONT-SP cresceu, tanto no sentido da própria categoria (mais profissionais), quanto no sentido da prestação de serviços. É o maior sindicato de contabilistas do Brasil e oferece hoje uma gama de serviços. Cresceu bastante e ainda irá crescer mais”.
Também prestigiaram a solenidade: Walter Arnaldo Andreoli, presidente da 5º seção regional do Instituto dos Auditores Independentes do Brasil - IBRACON, no ato representando Ana María Elorrieta, presidente do Instituto; José de Souza, conselheiro consultivo do SINCONT-SP e vice-presidente da Federação dos Contabilistas do Estado de São Paulo – Fecontesp, no ato representando o presidente da Federação, Almir da Silva Mota; Irineu Thomé, vice-presidente institucional da Federação Nacional das Empresas de Serviços Contábeis e das Empresas de Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisas – FENACON, no ato represente o presidente da Federação, Valdir Pietrobon; Luiz Bertasi Filho, presidente do SINDCONT-SP de 1979 a 1983, Contabilista Emérito 1984 e vice-presidente da Junta Comercial do Estado de São Paulo – JUCESP, no ato representando o presidente José Constantino de Bastos Júnior, e Claire Feliz Regina, contabilista Honoris Causa do SINDCONT-SP.

Reportagem
Débora Luz
Edição Lenilde De León ___________________ De León Comunicações http://www.deleon.com.br/



Postar um comentário