9.16.2011

30/08/2011 Votação Plenário Câmara Deputados

O SR. ARNALDO FARIA DE SÁ (Bloco/PTB-SP. Pela ordem. Sem revisão do orador.) - Sr. Presidente, vamos votar a emenda simbolicamente e acabou. Votamos a emenda simbolicamente, e eu assumo o compromisso de não haver pedido de verificação. Mas votemos a emenda dele, Sr. Presidente, e acabou. Resolve-se toda a questão, e fica mantido o acordo.
O SR. PRESIDENTE (Marco Maia) - Eu quero dizer a V.Exa. o seguinte: se houver votação nominal, nós não vamos acabar a medida provisória hoje.
O SR. ARNALDO FARIA DE SÁ (Bloco/PTB-SP. Pela ordem. Sem revisão do orador.) - O.k., não tem votação nominal.
O SR. RUBENS BUENO (Bloco/PPS-PR. Pela ordem. Sem revisão do orador.) - Não tem. Nós mantemos o acordo.
O SR. ARNALDO FARIA DE SÁ - Não tem votação nominal. Estou afirmando a V.Exa. que não tem votação nominal.
O SR. PRESIDENTE (Marco Maia) - Deputado Cândido Vaccarezza, não adianta radicalidade aqui, porque não vamos aprovar a medida. Vamos votar logo depois a outra emenda e resolve o problema.
O SR. ARNALDO FARIA DE SÁ - Simbolicamente.
O SR. PRESIDENTE (Marco Maia) - Como?
O SR. ARNALDO FARIA DE SÁ - Simbolicamente. Não faz mal que está vazio, estamos todos cheios aqui.
O SR. PRESIDENTE (Marco Maia) - Mas a orientação que vai estar no plenário é o que vai definir.
O SR. ARNALDO FARIA DE SÁ - Simbolicamente.
O SR. PRESIDENTE (Marco Maia) - Bom, então, V.Exa. tem noção do que está propondo. Em votação.
O SR. ARNALDO FARIA DE SÁ - Sr. Presidente, nós só queremos garantir a votação da emenda sem verificação. Agora, S.Exa. tem que concordar com isso. É só isso. Concorda? (Pausa.) S.Exa. concorda. Votamos simbolicamente a emenda.
O SR. PRESIDENTE (Marco Maia) - Não, não, não.
O SR. ARNALDO FARIA DE SÁ - Vamos votar. S.Exa. concordou. Vamos votar simbolicamente.
O SR. RUBENS BUENO (Bloco/PPS-PR. Pela ordem. Sem revisão do orador.) - A emenda aglutinativa está apresentada. Espero que a Mesa...
O SR. PRESIDENTE (Marco Maia) - Em votação.
O SR. PRESIDENTE (Marco Maia) - As Sras. e Srs. Deputados que forem favoráveis à manutenção do texto original permaneçam como se encontram. (Pausa.)
O TEXTO FOI MANTIDO ORIGINALMENTE.
O SR. PRESIDENTE (Marco Maia) - Então, vamos votar agora o Destaque nº 4. Não precisa mais falar. Todo mundo já entendeu o que é.
Não identificado - E a emenda aglutinativa não é esta?
O SR. ARNALDO FARIA DE SÁ - Sem pedir verificação.
O SR. PRESIDENTE (Marco Maia) - Só para orientar. Destaque nº 4. Requeiro, nos termos do art. 117, inciso do Regimento Interno da Câmara dos Deputados, destaque para votação em separado da Emenda nº 4 da medida provisória de autoria do Deputado Audifax, que acrescenta o inciso V ao art. 1ºda MP para incluir no rol de novos estabelecimentos públicos de educação efetiva aqueles construídos próprios dos Municípios.
O SR. PRESIDENTE (Marco Maia) - Para orientar.
O SR. ARNALDO FARIA DE SÁ (Bloco/PTB-SP. Sem revisão do orador.) - Sr. Presidente, o Bloco PTB/PCdoB/PSB orienta a favor da emenda, porque entendemos que a proposta do Deputado é extremamente importante de contemplar as escolas (ininteligível) municipais.
O SR. PRESIDENTE (Marco Maia) - Sem defesa.
O SR. ARNALDO FARIA DE SÁ - O nosso voto é sim à Emenda nº 4, do Deputado Audifax.
O SR. PRESIDENTE (Marco Maia) - Sem defesa, só para dizer o que vota.
O SR. PRESIDENTE (Marco Maia) - Aqueles que forem pela aprovação da emenda permaneçam como se acham. (Pausa.)
A EMENDA FOI REJEITADA.
O SR. ARNALDO FARIA DE SÁ (Bloco/PTB-SP. Pela ordem. Sem revisão do orador.) - Sr. Presidente, parabéns pela sua atitude. Quero pedir autorização a V.Exa. para retirar o meu recurso feito anteriormente.
O SR. PRESIDENTE (Marco Maia) - Pois não. Está retirado, Deputado.
O SR. PRESIDENTE (Marco Maia) - Há sobre a mesa e vou submeter a votos a seguinte
REDAÇÃO FINAL:
O SR. PRESIDENTE (Marco Maia) - Aqueles que forem pela aprovam permaneçam como se acham. (Pausa.)
APROVADA. OS DEMAIS DESTAQUES ESTÃO PREJUDICADOS.
A matéria vai ao Senado Federal, incluindo o processado.
O SR. PRESIDENTE (Marco Maia) - Nada mais havendo a tratar...
Postar um comentário