2.13.2012

08/02/2012 Discurso de Arnaldo Faria de Sá em Brasília

CÂMARA DOS DEPUTADOS - DETAQ

Sem supervisão
Sessão: 005.2.54.O Hora: 16:38 Fase: GE
Orador: ARNALDO FARIA DE SÁ Data: 08/02/2012



A SRA. PRESIDENTA (Rose de Freitas) - Com a palavra, pela ordem, o Deputado Arnaldo Faria de Sá.
O SR. ARNALDO FARIA DE SÁ (Bloco/PTB-SP. Pela ordem. Sem revisão do orador.) - Sra. Presidente, realmente as greves são pelo baixo salário. Mas se votarmos a PEC 300, sem dúvida alguma, essa questão será resolvida.
Por isso, Sra. Presidente, solicito regimentalmente que essa matéria seja incluída na pauta, já em votação em segundo turno, pois em primeiro turno já foi aprovada. Havia o compromisso de votá-la logo após as eleições de 2010. Passaram vários Governadores de Estados importantes, deixaram de cumprir o acordo e não querem a votação da PEC 300. A votação da PEC 300 resolve toda essa questão, sem dúvida alguma.
Quero cumprimentar a Presidente da Casa que está colocando em votação a PEC 270, que garante integridade e paridade aos aposentados por invalidez no serviço público, que perderam em 2003.
Espero que a Presidenta Dilma possa, através do Secretário-Geral Gilberto Carvalho e do Ministro da Previdência Garibaldi Alves, cumprir o compromisso de se reunir com os aposentados e pensionistas que ganham mais de um salário mínimo e que estão numa miséria desgraçada, Sra. Presidente.
Postar um comentário