6.22.2012

30/03/2012 17:47

Comissão do novo CPC adia apresentação dos relatórios parciais

O presidente da comissão especial do novo Código de Processo Civil (PL 8046/10), deputado Fabio Trad (PMDB-MS), informou que foi adiada a reunião, inicialmente prevista para a próxima terça-feira (3), para a apresentação dos relatórios parciais. Ele garantiu que os trabalhos serão retomados após a Semana Santa, com a possibilidade de o colegiado ganhar um novo relator.

Então relator da proposta, Sérgio Barradas Carneiro (PT-BA), que é suplente de deputado, perdeu o mandato com o retorno do ex-ministro do Desenvolvimento Agrário Afonso Florence (PT-BA) à Câmara. Autoridades baianas articulam o retorno de Barradas. Caso isso não ocorra, o deputado Paulo Teixeira (PT-SP) está cotado para assumir a relatoria da comissão.

Mudanças
Alguns sub-relatores já adiantaram à Agência Câmara mudanças que pretendem sugerir no texto em análise. Na parte geral, o deputado Efraim Filho (DEM-PB) vai incluir normas gerais e programáticas para o uso do processo eletrônico por toda a Justiça.

Já o sub-relator de execução, deputado Arnaldo Faria de Sá (PTB-SP), vai propor que bancos privados também possam receber depósitos judiciais, quebrando o monopólio do Banco do Brasil e da Caixa Econômica Federal sobre a guarda de bens penhorados como garantia de dívidas questionadas na Justiça.
Por sua vez, o sub-relator de recursos, deputado Hugo Leal (PSC-RJ), quer agilizar o processo de apelação da sentença, ao eliminar a etapa de admissibilidade feita pela primeira instância e permitir que o recurso seja feito direto ao segundo grau.
Reportagem – Carol Siqueira
Edição – Marcelo Oliveira

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara de Notícias'
Postar um comentário