12.19.2012

11/12/2012

CÂMARA DOS DEPUTADOS - DETAQ

Sem redação final
Sessão: 342.2.54.O Hora: 18:26 Fase: GE
Orador: ARNALDO FARIA DE SÁ Data: 11/12/2012

O SR. PRESIDENTE (Marco Maia) - Com a palavra o Deputado Arnaldo Faria de Sá.
O SR. ARNALDO FARIA DE SÁ (PTB-SP. Pela ordem. Sem revisão do orador.) - Sr. Presidente Marco Maia, eu pediria autorização a V.Exa. para cumprimentá-lo pela sua atitude, no sentido de preservar este poder. Seria muito mais cômodo para V.Exa., no fim do mandato, partir para uma posição de contemporização. De forma altaneira, determinada e objetiva, como já o fizera no início do mandato, em relação à determinação de empossar outros Parlamentares que não aqueles que V.Exa. entendia, pela legislação eleitoral, mostrou que a Câmara tem independência de poder e, dentro da harmonia, tem que ser respeitada.  Portanto, queria desta tribuna cumprimentar V.Exa. pela sua atitude e pela sua posição. Independentemente do resultado final, a decisão até agora — 4 a 4 — já mostra que no próprio Supremo Tribunal Federal há certa interpretação que pode caminhar no sentido daquela que foi feita por V.Exa. Até com 4 votos já cabe o embargo de declaração.   Parabéns, Presidente Marco Maia.  Muito obrigado.
O SR. PRESIDENTE (Marco Maia) - Muito obrigado, Deputado Arnaldo Faria de Sá.
Postar um comentário