4.18.2013

17/04/2013 Discurso de Arnaldo Faria de Sá

CÂMARA DOS DEPUTADOS - DETAQ

Sem redação final
Sessão: 072.3.54.OHora: 12:36Fase: BC
Orador: ARNALDO FARIA DE SÁData: 17/04/2013




O SR. PRESIDENTE (Inocêncio Oliveira) -Concedo a palavra ao ilustre Deputado Arnaldo Faria de Sá.
O SR. ARNALDO FARIA DE SÁ (PTB-SP. Sem revisão do orador.) - Sr. Presidente Inocêncio Oliveira, é um momento de muita preocupação, quando temos conhecimento de que no Senado foi aprovado o projeto da desaposentação, que deveria vir para esta Casa, e de que o Governo se articula para, num recurso, impedir a continuidade desse projeto. Sabemos qual é o objetivo: colocá-lo na gaveta, como já existem outros aqui, na Comissão de Seguridade, que não estão andando. É a mesma coisa que fizeram com o fator previdenciário: Deixa para depois; deixa para depois, e até agora não foi votado. E os aposentados ficam aguardando uma decisão, uma determinação a esse respeito. É o que estamos cobrando. Cobramos também o projeto que trata da recuperação das perdas, que também é outro que está parado. O aposentado já não aguenta mais, a paciência está no seu limite. A culpa não é só do Governo, é também desta Casa, que não toma nenhuma providência. Parece que aqui só existe filho de chocadeira, que não tem pai e mãe que reclamem para esse direito ser respeitado.
Obrigado, Presidente.
Postar um comentário