4.24.2013

23/04/2013 Votação MP

https://www.camara.gov.br/internet/library/imagens/BrasaoRepublica.gif
CÂMARA DOS DEPUTADOS - DETAQ
Sem redação final
Sessão: 082.3.54.O
Hora: 19:02
Fase: OD
Orador: ARNALDO FARIA DE SÁ
Data: 23/04/2013


O SR. ARNALDO FARIA DE SÁ - Sr. Presidente.
O SR. PRESIDENTE (Henrique Eduardo Alves) - Tem a palavra o Deputado Amauri Teixeira.
O SR. ARNALDO FARIA DE SÁ - Sr. Presidente?
O SR. PRESIDENTE (Henrique Eduardo Alves) - Deputado Miro, pelo PDT, Deputado Miro Teixeira.
O SR. ARNALDO FARIA DE SÁ - Sr. Presidente, o PTB pode falar? (Pausa.)
O SR. PRESIDENTE (Henrique Eduardo Alves) - Como vota o PP?
O SR. ARNALDO FARIA DE SÁ - PTB, Presidente.
O SR. PRESIDENTE (Henrique Eduardo Alves) - Com a palavra o Deputado Anthony Garotinho, Líder do PR.
O SR. ARNALDO FARIA DE SÁ - Sr. Presidente. 
O SR. PRESIDENTE (Henrique Eduardo Alves) - Com a palavra o PTB. 
O SR. ARNALDO FARIA DE SÁ (PTB-SP. Pela ordem. Sem revisão do orador.) - Sr. Presidente, nós concordamos com a proposta até porque, se esta matéria não for votada, como há medida provisória trancando a pauta, ela será prejudicada. Os auditores fiscais da Receita, os auditores fiscais do trabalho, a SUSEP, o INCRA, todos acabarão sendo prejudicados.  Queremos resolver esta questão, que também atende aos bombeiros e aos policiais militares dos ex-Territórios Federais e àqueles da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar do antigo Distrito Federal.  Portanto, nós somos a favor da inclusão desta matéria em pauta, para decidir, de vez, esta questão. 
O SR. PRESIDENTE (Henrique Eduardo Alves) - Pelo PSOL, tem a palavra o Deputado Ivan Valente.
O SR. PRESIDENTE (Henrique Eduardo Alves) - Em votação a Medida Provisória nº 602, de 2012.
O SR. PRESIDENTE (Henrique Eduardo Alves) - Aqueles que forem pela aprovação permaneçam como se encontram. (Pausa.) APROVADA.
O SR. PRESIDENTE (Henrique Eduardo Alves) - Em votação a
REDAÇÃO FINAL:
O SR. PRESIDENTE (Henrique Eduardo Alves) - Os que forem pela aprovação permaneçam como se encontram. (Pausa.) APROVADA. A matéria vai ao Senado Federal, incluindo o processado.
Postar um comentário