10.04.2013

02/10/2013 Ambito Juridico

Nacional

 
02/10/2013 - 11:50 | Fonte: Câmara Notícias

Deputados pedem fim da contribuição previdenciária dos inativos

 
 
Na comissão geral sobre violência contra idosos, os deputados Rubens Bueno (PR), líder do PPS, Arnaldo Faria de Sá (SP), líder do PTB, e Onofre Santo Agostini (PSD-SC) defenderam a aprovação, pela Câmara, da votação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 555/06, que acaba com a contribuição previdenciária dos servidores públicos inativos.

"Essa contribuição também é violência contra o idoso”, disse Faria de Sá. Para Agostini, os idosos não têm que contribuir para a Previdência, porque “já contribuíram muito para o País”.

Assista ao vivo.

Rubens Bueno e Arnaldo Faria de Sá acrescentaram que a violência contra o idoso em geral é invisível, sendo o abuso financeiro uma das formas mais comuns dessa violência. Bueno defendeu uma política mais efetiva de conscientização da sociedade para a necessidade de respeito ao idoso.

Estrutura das cidades
Já a deputada Mara Gabrilli (PSDB-SP), relatora do Estatuto da Pessoa com Deficiência (PL7699/06), destacou a falta de infraestrutura e de planejamento das cidades para receber os idosos. Ela ressaltou que estudo da Secretaria de Estado de Saúde, de São Paulo, mostra que, a cada hora, três idosos são internados em hospital público por conta de queda na rua.

A parlamentar defendeu ainda uma política pública que preveja cuidadores para idosos e informou que já apresentou projeto de lei nesse sentido.

Participe do debate
Quem quiser pode enviar perguntas aos deputados ou fazer comentários sobre o debate pelo Disque-Câmara (0800 619 619) ou pelo e-Democracia. Clique aqui e participe!
Postar um comentário