10.30.2013

30/10/2013 Projeto susta Resolução do CFM

Brasília - O Deputado Federal Arnaldo Faria de Sá, acaba de apresentar Projeto de Decreto Legislativo, o qual recebeu o n.º 1359/2013, que  Susta a aplicação da Resolução CFM Nº 2.013/13 Adota as normas éticas para a utilização das técnicas de reprodução assistida, anexas à presente resolução, como dispositivo deontológico a ser seguido pelos médicos e revoga a Resolução CFM nº 1.957/10.
Em sua justificativa, o Parlamentar paulista justificou: "Não se pode limitar idade, no caso citado na norma como limite de 50 anos, de ser mãe. Isso porque a medicina é uma ciência de individualizar as coisas, cada caso é um caso. Um estudo apresentado nos Estados Unidos mostra que metade das pacientes esperando doação de óvulo tem mais de 50 anos. 


Postar um comentário