11.22.2013

12/11/2013 DISCURSO DE ARNALDO FARIA DE SÁ

CÂMARA DOS DEPUTADOS - DETAQ

Com redação final
Sessão: 371.3.54.OHora: 15:12Fase: BC
Orador: ARNALDO FARIA DE SÁData: 12/11/2013

O SR. ARNALDO FARIA DE SÁ (PTB-SP. Sem revisão do orador.) - Sr. Presidente, eu queria cumprimentar todas as centrais sindicais que, a partir de hoje, entraram na luta para alterar o fator previdenciário. Estiveram presentes a um ato a CUT, a Força Sindical, a UGT, a Nova Central, a CTB e a CGTB, todas juntas nesta cruzada para mudarmos este maldito fator previdenciário. Demorou, mas éa oportunidade que faltava para que possamos fazer essa mudança. Todas as centrais, na Praça da Sé, se deslocaram até a Superintendência do INSS, em São Paulo, cobrando essa situação. Lembro, já que falei de INSS, um caso absurdo. Em processos ganhos por várias centrais do trabalho de São Paulo, em que o INSS tem que depositar, o Procurador está pedindo ao juiz para sustar a cobrança por 90 dias, porque não tem mais verba para pagar RPV. Uma coisa absurda! Se alguém deve à Previdência, é cobrado sem condescendência; quando é a Previdência que deve, pede 90 dias para pagar. Isso não pode acontecer, Sr. Presidente!
Postar um comentário