12.19.2013

17/12/2013 Arnaldo Faria de Sá

CÂMARA DOS DEPUTADOS - DETAQ

Com redação final
Sessão: 418.3.54.O Hora: 15:18 Fase: BC
Orador: ARNALDO FARIA DE SÁ Data: 17/12/2013

O SR. PRESIDENTE (Giovani Cherini) - Com a palavra, por 1 minuto, o Deputado Arnaldo Faria de Sá.
O SR. ARNALDO FARIA DE SÁ (PTB-SP. Sem revisão do orador.) - Obrigado, Sr. Presidente. Agradeço ao Deputado Sebastião Bala Rocha.
Eu queria pedir a esta Casa que, na votação do Orçamento, não se esqueça de uma emenda da Comissão de Seguridade Social e Família que garante um reajuste de 2% para os aposentados relativo ao aumento real daqueles que ganham mais de um salário mínimo.
O prejuízo deles é muito grande, e esta Casa tem que acordar para a realidade, não adianta só colocar a culpa no Executivo; a culpa é desta Casa. Acho que todo Deputado deve ter pai e mãe e, nesse momento, deve pensar nessa condição, a não ser que sejam filhos de chocadeiras.
Na verdade, queremos lutar para garantir um aumento real para os aposentados e também cobrar desta Casa que, logo no início do próximo ano, possamos votar a alteração desse maldito fator previdenciário que prejudica muito os trabalhadores quando vão se aposentar.
Queremos também votar a PEC 555, aquela que suprime gradualmente a cobrança dos trabalhadores do serviço público e inativos que pagam a Previdência para nada, depois de estarem aposentados.
Completando, cobrar do Ministro Barroso, do Supremo Tribunal Federal, que deu relatório isento na questão da desaposentação, porque já foram vender história para ele de que a Previdência estava quebrada. Quebrado está quem fala bobagem.
Obrigado, Sr. Presidente.
O SR. PRESIDENTE (Giovani Cherini) - Obrigado, Deputado Arnaldo Faria de Sá.
Postar um comentário