12.23.2013

23/12/2013 NOTICIAS

20/12/2013 - 17h02

Recém-formados podem ficar isentos de anuidades de conselhos por 12 meses

Luiz Cruvinel
A Câmara dos Deputados analisa o Projeto de Lei 5434/13, da deputada Lauriete (PSC-ES), que isenta profissionais recém-formados de pagar a anuidade devida ao respectivo conselho profissional pelo período de 12 meses depois da concessão do primeiro registro.
A autora argumenta que esses filiados que ingressam no mercado de trabalho geralmente recebem baixos salários. “Alguns deles, inclusive, vêm de famílias carentes e só conseguem concluir seus estudos com o apoio do Estado, mediante iniciativas como o Prouni [Programa Universidade para Todos]”, disse Lauriete.
Ainda segundo ela, a medida se justifica porque em muitos casos o exercício da atividade profissional depende da inscrição nos órgãos de fiscalização competentes, como no caso dos advogados e dos médicos. “Assim, o profissional que não puder arcar com o valor da anuidade ficará impedido de trabalhar”, completou.
O projeto altera a Lei 12.514/11, que regulamenta as contribuições devidas aos conselhos profissionais em geral. A proposta abre exceção para disposições específicas, estabelecidas pelos próprios conselhos, que forem mais benéficas aos profissionais.
Tramitação
O projeto tramita em caráter conclusivo e será analisado pelas comissões de Trabalho, de Administração e Serviço Público; de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.
Reportagem – Murilo Souza
Edição – Dourivan Lima

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'
Postar um comentário