3.14.2014

11/03/2014 Arnaldo Faria de Sá

https://www.camara.gov.br/internet/library/imagens/BrasaoRepublica.gif
CÂMARA DOS DEPUTADOS - DETAQ
Com redação final
Sessão: 040.4.54.O
Hora: 19:20
Fase: OD
Orador: ARNALDO FARIA DE SÁ
Data: 11/03/2014
O SR. ARNALDO FARIA DE SÁ - Sr. Presidente...
O SR. PRESIDENTE (Henrique Eduardo Alves) - Com a palavra, como Líder, o Deputado Moreira Mendes.
O SR. ARNALDO FARIA DE SÁ - A palavra é dos Líderes ainda?
O SR. PRESIDENTE (Henrique Eduardo Alves) - Sim. Concedo a palavra ao Deputado Moreira Mendes, como Líder.
O SR. RENATO ANDRADE (Bloco/PP-MG. Pela ordem. Sem revisão do orador.) - Sr. Presidente, o Deputado Renato Andrade votou com o Partido Progressista.
O SR. JOSÉ AUGUSTO MAIA (Bloco/PROS-PE. Pela ordem. Sem revisão do orador.) - Sr. Presidente, o Deputado JoséAugusto votou com o partido na última votação.
O SR. ROBERTO FREIRE (PPS-SP. Pela ordem. Sem revisão do orador.) - Sr. Presidente, a obstrução não é só do PT, não é?
O SR. ARNALDO FARIA DE SÁ (PTB-SP. Pela ordem. Sem revisão do orador.) - É do PSD também. (Pausa.)
O SR. ARNALDO FARIA DE SÁ - Sr. Presidente, uma questão de ordem.
O SR. PRESIDENTE (Henrique Eduardo Alves) - Para uma questão de ordem, com a palavra o Deputado Arnaldo Faria de Sá.
O SR. ARNALDO FARIA DE SÁ (PTB-SP. Questão de ordem. Sem revisão do orador.) - Quero formular a V.Exa. questão de ordem no seguinte sentido. Há um requerimento de quebra do interstício para que a matéria possa ser votada antes de completar 1 hora da votação anterior, e a votação anterior, Sr. Presidente, aconteceu — está aqui nas nossas mãos — exatamente às 18h36min. Portanto, Sr. Presidente, regimentalmente, a questão de ordem que queremos formular a V.Exa., em razão de todos os encaminhamentos que foram efetuados até agora, é que esse requerimento de quebra de interstício ficará prejudicado a partir do momento em que a hora atingir 19h36min. Portanto, prejudique-se o requerimento e vamos votar o mérito, Sr. Presidente.
O SR. PRESIDENTE (Henrique Eduardo Alves) - Sr. Deputado, dou razão a V.Exa. O requerimento de interstício está prejudicado. Passamos diretamente agora...
O SR. ARNALDO FARIA DE SÁ - Qual é a questão de ordem?
O SR. RUBENS BUENO - Peça ao assessor que vá à tribuna fazer a questão de ordem. 
O SR. SIBÁ MACHADO - Peguei o papel errado, ele está em cima da mesa.
O SR. PRESIDENTE (Henrique Eduardo Alves) - Deputado, é questão de ordem ou não é questão de ordem?
O SR. ARNALDO FARIA DE SÁ - Não tem questão de ordem. 
O SR. ARNALDO FARIA DE SÁ - Para contraditar, Sr. Presidente.
O SR. PRESIDENTE (Henrique Eduardo Alves) - Para contraditar, Deputado Arnaldo Faria de Sá. 
O SR. ARNALDO FARIA DE SÁ (PTB-SP. Pela ordem. Sem revisão do orador.) - Sr. Presidente, o Plenário é soberano para decidir. Portanto, pelo indeferimento da questão de ordem! 
(Intervenções simultâneas. Ininteligíveis.)  
- Agora chove voto.


O SR. PRESIDENTE (Henrique Eduardo Alves) - Está encerrada a votação. (Pausa.)
Resultado da votação: SIM: 38; NÃO: 216; ABSTENÇÕES: 11. TOTAL: 265. FOI PORTANTO REJEITADO O REQUERIMENTO. Está prejudicado, consequentemente, o adiamento de votação, que era o outro requerimento na Mesa.
Postar um comentário