10.14.2014

NOTICIAS

06/10/2014 - 00h53

São Paulo tem recordistas de votos para Câmara dos Deputados

O ex-deputado Celso Russomanno (PRB) retornará à Câmara no ano que vem como o deputado federal mais votado do Brasil.


O ex-deputado Celso Russomanno (PRB) retornará à Câmara no ano que vem como o deputado federal mais votado do Brasil. Com 1.524.361 votos, Russomano teve votação suficiente para puxar outros quatro ou cinco parlamentares do seu partido.
Atrás dele, mas igualmente bem votado ficou o deputado federal Tiririca (PR), com 1.016.796. Ele teve votos suficientes para ajudar três ou quatro parlamentares de sua legenda.
Outro grande puxador de voto no maior estado brasileiro é o deputado Pastor Marco Feliciano (PSC). O ex-presidente da Comissão de Direitos Humanos teve 398.087 votos, alcançando assim sozinho o quociente eleitoral (número de votos necessário para ser eleito sem necessidade dos votos do partido).
Completam a lista dos puxadores de voto paulistas o deputado estadual Bruno Covas (PSDB), que é neto do ex-governador Mário Covas e obteve 352.708 votos, e o deputado federal Rodrigo Garcia (DEM), que alcançou 336.151. Os dois se elegeram também sem necessidade dos votos do partido.
Resultado provisório
Outros parlamentares bem votados foram: Carlos Sampaio, Duarte Nogueira, Ricardo Tripoli e Samuel Moreira - os quatro do PSDB -, e o deputado Paulinho da Força (SD).
Apesar de São Paulo estar com 100% dos votos apurados, ainda não há um resultado oficial na disputa para deputado federal, entre outras razões, pelo fato da candidatura do deputado Paulo Maluf (PP), sob judice, poder alterar o resultado no estado.
Governador
Mais cedo, o governador Geraldo Alckmin (PSDB) foi oficialmente reeleito para o governo do maior estado brasileiro. Nascido em Pindamonhangaba (SP), Alckmin irá cumprir seu quarto mandato como governador do estado.
Também já está oficialmente eleito o ex-governador José Serra (PSDB), que derrotou o atual senador Eduardo Suplicy. Ex-ministro do Planejamento e da Saúde no governo de Fernando Henrique Cardoso (PSDB), Serra foi governador e prefeito de São Paulo, além de já ter sido senador pelo estado (1995-2002).
Reportagem – Juliano Pires
Edição – Janary Júnior

A reprodução das notícias é autorizada desde que contenha a assinatura 'Agência Câmara Notícias'
Postar um comentário