11.19.2014

19/11/2014 ARNALDO FARIA DE SÁ

CÂMARA DOS DEPUTADOS - DETAQ

Sem superviso
Sessão: 265.4.54.O Hora: 18h18Fase: GE
Orador: ARNALDO FARIA DE SData: 19/11/2014



O SR. PRESIDENTE (Inocêncio Oliveira) - Com a palavra o Deputado Arnaldo Faria de Sá.
O SR. ARNALDO FARIA DE SÁ (PTB-SP. Pela ordem. Sem revisão do orador.) - Sr. Presidente, eu queria ter aparteado V.Exa., mas o Presidente da Mesa não entendeu, e eu fui chamado a uma Comissão. Acabei perdendo a oportunidade, mas não queria deixar de fazê-lo.Quero cumprimentar V.Exa. Dos seus 40 anos na Casa, por quase 30 convivi com V.Exa. Tenho certeza de que é o paradigma desta Casa o exercício do mandato de V.Exa. Nós teremos uma lacuna impreenchível a partir do próximo mandato, não tendo o querido Inocêncio Oliveira aqui entre nós. Sabemos da sua dificuldade de locomoção, em razão da sua recuperação. Mas, mesmo assim, sua cabeça continua lúcida e permanecerá entre nós por muito tempo.Portanto, queria dar um abraço em V.Exa. e registrar a extrema alegria em poder compartilhar durante longo tempo com V.Exa., principalmente o período da Constituinte e, logo depois, na elaboração do Regimento, que é praticamente da lavra de V.Exa. Tenho certeza de que, já àquela época, do saudoso Ulysses Guimarães,dizia-se que o Deputado Inocêncio Oliveira era alguém a ser seguido e copiado.
Pernambuco, parabéns pelo Deputado Inocêncio Oliveira! Deputado, parabéns por sua trajetória nesta Casa!
O SR. PRESIDENTE (Inocêncio Oliveira) - Quero agradecer ao meu grande amigo Arnaldo Faria de Sá pelos elogios a mim dirigidos. Nada mais representam do que a amizade que nós temos. V.Exa. é um dos três... Além de Dr. Mozart Neves e Ramos e de minha pessoa, V.Exa. é o que mais conhece Regimento nesta Casa. Em tudo que é muito complicado, é preciso procurar V.Exa. para desatar o nó. Então, minhas homenagens também a V.Exa.
O SR. ARNALDO FARIA DE SÁ (PTB-SP. Sem revisão do orador.) - Obrigado, Sr. Presidente.
Permita-me agora em 1 minuto fazer um comunicado breve, já fiz os cumprimentos a V.Exa. e em 1 minuto vou fazer um breve comunicado.Eu queria dizer que participei de várias reuniões a respeito da proposta de alteração da Emenda Constitucional nº 170 e eu não tenho certeza de que o texto apresentado pelo Governo pode ser o texto correto. E tenho comigo o requerimento das vítimas de invalidez, que chamam a atenção para que da forma que está colocado esse texto esse grupo de vítimas de invalidez fica preocupado, até porque a Emenda Constitucional nº 170, originária da PEC 270, foi objeto desse mesmo acordo. Na verdade, na prática nós percebemos que ele não foi implementado e não trouxe aquilo que era a grande expectativa. Portanto, antes de votar a PEC 170 vamos prestar a atenção nesse manifesto do Grupo Vítimas Invalidez que realmente não se sentem atendidos pelo texto que está sendo apresentado.Acabo dizendo que a aposentadoria por invalidez só aceita proventos integrais para os que ingressaram no serviço público até 31 de dezembro de 2013, proventos equivalentes ao total da média das 80% maiores contribuições do período contributivo para os que ingressaram no serviço público ate 31 de dezembro de 2013, e aí então eles estarão prejudicados, até por causa do FUNPRESP. Eu tenho certeza, por ter votado àquela época contra o FUNPRESP, que eu tinha essa preocupação, porque, sem dúvida nenhuma, os aposentados por invalidez estão muito preocupados. Este texto, o chamado acordo, não os atende, e nós estaremos aqui para denunciar essa condição, Presidente Inocêncio.
Postar um comentário