12.09.2014

09/12/2014 Arnaldo Faria de Sá registra a trágica morte do Cabo Mikami

CÂMARA DOS DEPUTADOS - DETAQ
Sem supervisão
Sessão: 284.4.54.O
Hora: 15h38
Fase: BC
Orador: ARNALDO FARIA DE SÁ
Data: 09/12/2014


O SR. PRESIDENTE (Inocêncio Oliveira) - Concedo a palavra ao Deputado Arnaldo Faria de Sá, por 1 minuto.
O SR. ARNALDO FARIA DE SÁ (PTB-SP. Pela ordem. Sem revisão do orador.) - Sr. Presidente, eu quero, com pesar, registrar o falecimento do Cabo Mikami. 
Na última sexta-feira, 28 de novembro, na área de operações da Favela da Maré, tombou com um tiro desferido por marginais, no cumprimento irrestrito do dever, o Cabo Michel Augusto Mikami, de 21 anos. O Cabo Mikami servia no 28º Batalhão de Infantaria Leve, sediado em Campinas, e já havia atuado na Missão de Paz das Nações Unidas no Haiti e nas operações de segurança da Copa do Mundo. Michel, permita-nos chamá-lo assim, não sabemos se você algum dia ouviu falar do Sargento Max Wolf, um de nossos heróis da 2ª Guerra Mundial. Ele faleceu em patrulha assim como você. Há 70 anos, muitos familiares da Força Expedicionária Brasileira tombaram nos campos da Itália em defesa dos ideais de liberdade e democracia. Certamente o sargento Wolf está perfilado em sua homenagem. Você também é herói do Brasil, Cabo MIkami. Quero lamentar apenas, Sr. Presidente, que o General Campos, comandante militar do Sudeste, quando entregava o corpo de Mikami à sua família, não havia nenhum representante quer do Governo Federal, quer do Governo do Estado do Rio de Janeiro, onde servia essa tropa do Comando Militar do Sudeste, em uma condição absurda, que, inclusive, tomei conhecimento: nenhum dos componentes da Força, que atua lá na Maré, pode usar da sua arma antes de serem atingidos. Lamentável que essa ordem tenha sido dada porque, se quando ele percebeu que um meliante portava fuzil, ele poderia ter utilizado sua arma de defesa. Mas não pôde fazê-lo porque há instrumentos nesse sentido. É lamentável que ainda vários outros brasileiros tombarão nesse combate, que é a criminalidade. Fica daqui, desta tribuna, o registro a todos os familiares, em especial à do Cabo Mikami, que cumpriu o seu dever em honra, em defesa da segurança da população brasileira. 
Obrigado.
Postar um comentário