11.03.2015

07/10/2015 DISCURSO DE ARNALDO FARIA DE SÁ

CÂMARA DOS DEPUTADOS - DETAQ

Sessão: 301.1.55.OHora: 18h36Fase: OD
Orador: ARNALDO FARIA DE SÁ, PTB-SPData: 07/10/2015

O SR. ARNALDO FARIA DE SÁ (Bloco/PTB-SP. Sem revisão do orador.) - Sr. Presidente, Sras. e Srs. Parlamentares, sou contra o encerramento da discussão e do encaminhamento, porque, claramente, ficou demonstrada aqui a necessidade de se fazer alguns ajustes e acertos. Se for feito o encerramento da discussão e do encaminhamento, estará impedida a apresentação de qualquer destaque que possa oportunamente ser discutido.
Em razão disso, Sr. Presidente, acho que o Líder Jovair Arantes já expendeu na tribuna a sua total abertura no sentido de buscar alguma modificação, complementação.
Lamento inclusive que o requerimento de preferência tenha sido apresentado no sentido de que nessa preferência seja votado o texto original sem contemplar o PLV. Em razão dessa colocação, eu entendo que não há necessidade de seu encerramento.
Lamentavelmente, a questão do RDC deixa na minha mente algumas dúvidas, até porque isso começou com um decreto presidencial que permitia à PETROBRAS contratar nesses moldes, o que gerou essa história da Lava-Jato. Depois, RDC para a Copa do Mundo - e nós vimos a questão das arenas -, RDC para as Olimpíadas e agora RDC para as prisões. É muito preocupante essa facilitação num momento em que nós queremos combater a corrupção.
Então, é importante, Sr. Presidente, que nós não encerremos a discussão, para dar oportunidade de se fazer a devida e aprofundada avaliação e, a partir daí, ver quais são os destaques que deverão ser apresentados para essa votação.
Sem dúvida nenhuma, queremos a melhor votação, mas tem razão o Líder Jovair Arantes. Não pode se impor a tática da votação da MP no seu texto original, porque isso impedirá que os Parlamentares, Deputados ou Senadores, façam as suas emendas e elas sejam discutidas como foram na Comissão Especial. Só depois de aprovado pela Comissão Especial que o texto veio a este plenário.
É verdade, Sr. Presidente, que eu tenho algumas discordâncias em relação a textos do PLV, mas não posso concordar com o encerramento da discussão e com a votação do texto original.
Por isso sou contra o encerramento da discussão e do encaminhamento, para que os Parlamentares que quiserem possam ter a oportunidade de apresentar seus destaques e tentar fazer suas correções. Eu entendo que é preciso continuar essa discussão para encontrar uma saída, uma solução e uma alternativa, lembrando que, sem dúvida nenhuma, é importante discutirmos com os pares aquilo que pode prevalecer. O Líder Jovair Arantes está à disposição de todos.
Postar um comentário